Página Inicial » História

História

Dando início às suas atividades no ano de 2002, a Faculdade Católica de Uberlândia, hoje mantida pela SMC – Sociedade Mineira de Cultura, pessoa jurídica de direito privado, foi regularmente constituída com o registro dos atos institucionais e estatuto no Cartório de Registro Civil de Títulos e Documentos, sob o n.º 102233 e recebeu o  credenciamento pelo MEC mediante a Portaria n.º 2731/01 em 12/12/ 2001, que foi publicada no Diário Oficial da União no dia 14 de dezembro de 2001.

Os primeiros cursos de graduação oferecidos foram:

Pedagogia – Autorizado pela Portaria 2732/MEC – 12/12/2001 – DOU 14/12/2001 e reconhecido pela Portaria nº 2826/MEC de 17/08/2005 – DOU de 18/08/2005 cuja Licenciatura atualmente habilita em: Educação Infantil, Anos Iniciais do Ensino Fundamental e Ensino Religioso para o Ensino Fundamental e Médio.

Filosofia – Foi autorizado na modalidade de bacharelado pela Portaria 2733/MEC – 12/12/2001 – DOU 14/12/2001 e em Licenciatura pela Portaria nº 2734 de 2001. Atualmente reconhecido pela Portaria nº 2833/MEC de 23/06/2005 – DOU de 27/06/2005.

Geografia – Autorizado a Licenciatura pela Portaria 2734/MEC – 12/12/2001 – DOU de 14/12/2001 Atualmente reconhecido pela Portaria nº 2225, de 23/06/05 – DOU 27/06/05 e autorizado o seu bacharelado pela Portaria nº 300, de 12/11/2009, DOU de 13/11/2009.

No contínuo processo de crescimento a Faculdade Católica de Uberlândia obteve autorização para os seguintes cursos de Graduação:

Administração – Autorizado pela Portaria nº 1.617, de 12/11/2009 – DOU de 13/11/2009.

Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo (Bacharelado) Autorizado pela Portaria nº 473 de 01/06/2007 – DOU 04/06/2007

Curso de Nível Superior:  Tecnologia em Gestão Ambiental - Portaria de autorização – Portaria nº 300 de 10/12/2009 – DOU de 15/12/2009

Curso de Nível Superior:  Tecnologia em Logística - Portaria de Autorização n.º 300 de 10/12/2009 – DOU 15/12/2009.

Direito – Autorizado pela Portaria MEC Nº 789 de 24/03/2006 e publicado no DOU em 27/03/2006. Reconhecido pela Portaria MEC Nº 193 de 24/06/2011e publicado no DOU em 27/06/2011.

História: Autorizado pela Portaria nº 2236 de 23/06/05 – DOU 27/06/05 e  reconhecido pela Portaria nº 2236, de 23/06/2005. Publicada no DOU em 27/06/2005.

Letras - autorização: Portaria nº 471, de 1º de junho de 2007, publicada no DOU de 04 de junho de 2007.

Normal Superior Autorizado pela Portaria 2758 de25/09/2002 – DOU 27/09/2002 e Reconhecido pela Portaria 2310 de 30/06/05 – DOU 04/07/05.

Serviço Social – autorizado pela Portaria nº 2668 de 27/07/05 – DOU 28/09/05 e reconhecimento: Portaria nº 160 de 03 de fevereiro de 2009.

Teologia- Autorizado pela portaria nº 1.617, de 12/11/2009 – DOU de 13/11/2009.

Com experiência de mais de 10 anos, a Faculdade Católica consolida sua expansão e atendimento à comunidade, oferecendo diversos cursos de aprimoramento profissional e inserção social, por meio de sua Coordenadoria de Extensão.

A Pós-Graduação “lato-sensu”, desde o ano de 2002, capacita especialistas, oferecendo cursos em diversas áreas, tais como: Educação e Cultura, Social, Ambiental, Saúde, MBA, Engenharia, Ciência Política, Administração e Direito.

Consolidam-se também, a Pesquisa Científica e os Projetos de Pós-Graduação Stricto Sensu.

O Programa de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/FAPEMIG/CATÓLICA tem dado apoio significativo aos alunos e professores nos Projetos de Pesquisa em desenvolvimento na Instituição.

Os Núcleos de Pesquisa vêm se desenvolvendo e se consolidando em diversas linhas de Pesquisa:

  • Núcleos de Estudos e Pesquisas Sócio-Ambientais do Cerrado Mineiro
  • Núcleo de Estudos, Pesquisa, Documentação da História Local, Regional
  • Núcleo de Estudos e Pesquisa em Ensino Religioso
  • Núcleo de Estudos e Pesquisa em Serviço Social
  • Grupo de Estudos, Pesquisas e Ações em Inclusão Social
  • Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Brinquedoteca e Núcleo de Estudos e Pesquisa Interdisciplinar sobre a Infância.

A Instituição vem se organizando e se estruturando para a implantação dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu a partir de 2011. Um novo campus está em fase de construção, novos cursos de graduação, pós-graduação lato-sensu e stricto-sensu se encontram em processo, e a meta a ser alcançada é se tornar um Centro Universitário.

A Comissão Avaliadora do MEC esteve presente na Faculdade Católica de Uberlândia no segundo semestre de 2009 para o Recredenciamento da Instituição e, tendo cumprido todo o ciclo avaliativo a Faculdade obteve resultados superiores à média estipulada que compreende uma pontuação de 01 a 05. No Índice Geral dos Cursos – IGC a nota nº 03 foi confirmada, viabilizando com mérito o recredenciamento Institucional e na avaliação do desempenho acadêmico dos estudantes – ENADE:  obteve-se a nota 04.